Tags

, , , , , , , , ,

Imagine que você é uma garota que ama a moda desesperadamente, detesta sua vida escolar e quer muito mudar o quadro atual, mas não pode. Agora imagine que alguém muito, muito perfeito, cria uma série em que a personagem principal leva uma vida bem medíocre na escola, onde é a garota-invisível, que ama a moda desesperadamente e que, de repente, se com o trabalho dos sonhos, como assistente da diretora executiva de uma grande grife.

Parece bom de mais para ser verdade, é o que eu pensaria. Até assistir ao piloto da nova série Jane by Design. Pronto. O sonho virou realidade! Ao menos, em parte…

A estreante da ABC Family é o tipo de série ótima para passar o tempo (o que não quer dizer que ela só seja boa se você não tiver nada melhor para fazer), para se inspirar, se divertir e pela qual, ainda nos primeiros minutos do episódio piloto, você vai se apaixonar.

A personagem principal, Jane Quimby, interpretada pela atriz Erica Dasher, é uma estudante do ensino médio que é a típica garota invisível. Ela tem um senso de moda apuradíssimo e sonha em trabalhar no mundo fashion. Jane vive com seu irmão mais velho, Ben (David Rogers), que passou a ser o tutor dela após a morte do pai (a mãe deles simplesmente abandonou a família há muuito tempo). Ambos estão com problemas financeiros e Ben não consegue arrumar um emprego, por mais que se esforce.

Jane também tem uma quedinha pelo garoto mais popular da escola, Nick Fadden. Mas ele, em raras ocasiões, lembra de dar um oi para ela. Até que ele muda de ideia por algum motivo que só ele sabe…

Em meios aos problemas, Jane descobre uma vaga de estágio na área de moda e decide se candidatar. No entanto, quando chega à Donovan Decker, é confundida com uma candidata par um cargo efetivo e o pessoal de lá acredita que ela é maior de idade. Surpreendentemente, Gray Chandler Murray, a toda-poderosa e rigorosa “chefona” da grife, gosta de Jane e decide contratá-la. E ela aceita.

Agora a garota precisa se dividir entre a vida de adolescente (não mais) ignorada na escola e de jovem assistente no emprego dos sonhos. A única pessoa que sabe da sua vida dupla secreta é seu melhor amigo (o fofo, perfeito!) Billy Nutter, que a ajuda a consertar suas bagunças o tempo todo. Pelos dois episódios que já foram ao ar dá para saber que vem muito mais confusão por aí. Mesmo.

Não tem como não amar a Jane e seu jeito meio desengonçado e cativante, ou o Billy, fiel como um cão, fofo e lindo (já tô apaixonada! kkk).

Ahhh, sabem quem fez uma aparição-relâmpago no segundo episódio? Patricia Field! Pois é, eu também suspirei. haha. A deusa-mor deu o ar da graça durante uns, sei lá, cinco segundos, e fez meu dia mais feliz. Para quem não conhece, a super stylist foi a responsável pelos melhores figurinos da história: Sex & The City, O Diabo Veste Prada, Os Delírios de Consumo de Becky Bloom e Ugly Betty. Deusa total! *—*

Falando em figurino, eu pirei nas roupas usadas pela Jane! É tudo lindo e de bom gosto. Jovem, mas maduro. Os dois ao mesmo tempo. Divertido e interessante. Eu trocaria de vida com ela, sem pensar, pela eternidade. hahaha. Quem assina o figurino é a stylist Olivia Miles.

No guarda-roupa da minha nova BFF rola muita saia, principalmente as com bastante volume e curtinhas, blusas de babado e com temática meio pin-up/vintage (estampa de flores, frutas, polka-dots), meia-calça e a cintura quase sempre está bem marcada com um cinto.

Então, consegui convencer todo mundo de que essa é a nova série queridinha do momento? Vale muito a pena assistir, anjinhos! Sério.

Apesar de não ser politicamente correto, tenho de dizer… Quem não tem paciência de esperar, pode baixar. Um passarinho me disse que você encontra os episódios para download aqui, aqui, e aqui.

Quem seguir meu conselho, por favor, lembre de vir aqui comentar depois, hein? Adoro trocar impressões e fofocar sobre isso! :D

Beijão e bom domingo!

Anúncios